Don't worry, be happy

March 23, 2016

 

Distúrbios em saúde mental são os principais contribuintes para a carga global de doenças e o corpo de evidências é vasto quanto à sua relação inversa com a atividade física, ou seja, quanto mais atividade física, menos problemas em saúde mental. Partindo do pressuposto de que felicidade é um exemplo de constructo positivo na saúde mental, que pode ser promovido por atividade física, pois, esta contribui para aumentar a resistência às perturbações emocionais, o estudo multicêntrico intitulado “Don't worry, be happy: cross-sectional associations between physical activity and happiness in 15 European countries"  (Não se preocupe, seja feliz: associações transversais entre a atividade física e felicidade em 15 países europeus), que contou com a participação de 11.637 pessoas e procurou avaliar a associação de felicidade com o volume de atividade física e sua especificidade quanto à intensidade e / ou domínio da atividade. Os resultados mostraram que o aumento no volume de atividade física estava associado a níveis mais elevados de felicidade.
Leia Mais

 

 

 

 

Please reload

Featured Posts

Revista de Educação Física / Journal of Physical Education é agraciada com o Prêmio Carioca de Educação Física

August 5, 2019

1/8
Please reload

Recent Posts

March 23, 2016

Please reload

Archive